domingo, 7 de setembro de 2014

O Signifacado da Saudação “Paz e Bem”

Paz e Bem!
Talvez vocês tenham percebido, ou talvez não, mas todas minhas postagem começam com essa saudação: “Paz e Bem”
941_171011
Resolvi trazer aqui o significado dessa saudação franciscana por dois motivos:  informar aos que não a conhecem, e participar com esta postagem, da Blogagem Coletiva Espalhe Amor em Seu Blog, lançada por Elaine Gaspareto.


Divitae


A saudação franciscana de “Paz e Bem” tem sua origem na descoberta e na vocação do envio dos discípulos, que São Francisco descobriu no Evangelho e, que ele colocou na Regra dos Frades Menores – “o modo de ir pelo mundo”. Lucas (10,5) fala na saudação “A paz esteja nesta casa”, e Francisco acrescenta que a saudação deve ser dada a todas as pessoas que os frades encontrarem pelo caminho: “O Senhor vos dê a paz”.
No seu Testamento, Francisco revela que recebeu do Senhor mesmo esta saudação. Portanto, ela faz parte de sua inspiração original de vida: anunciar a paz. Muito antes de São Francisco, o Mestre Rufino (bispo de Assis, na época em que Francisco nasceu), já escrevera um tratado, “De Bono Pacis” – “O Bem da paz” e, que certamente deve ter influenciado a mística da paz na região de Assis. Haviam, então, diferentes formas de saudação da paz, entre elas a de “Paz e Bem”.
A paz interior como fundamento da paz exterior
Na Legenda dos três companheiros (58), São Francisco dá para seus frades, o significado único para a paz:
“A paz que anunciais com a boca, mais deveis tê-la em vossos corações. Ninguém seja por vós provocado à ira ou ao escândalo, mas todos por vossa mansidão sejam levados à paz, a benignidade e à concórdia. Pois é para isso que fomos chamados: para curar os feridos, reanimar os abatidos e trazer de volta os que estão no erro”.
Trata-se da paz do coração que conquistaram. Francisco exorta seus frades a anunciar a paz e a testemunhá-la com doçura, porque este é o único caminho de comunicação para atrair todos os homens para a verdadeira paz, a bondade e a concórdia.
A saudação da paz, como primeira palavra que os frades dirigem aos outros, tem o objetivo de abrir os corações à paz, isto é, à força espiritual interior: a paz interior da bem-aventurança e a paz proclamada e dirigida a todos, constituem uma única e mesma realidade.
O Bem da paz – o “Sumo Bem”
Deus Sumo Bem é a experiência fundamental de Francisco, o ponto de partida de sua espiritualidade. Nela se fundamenta a vida franciscana como resposta de amor, configurando o amado ao Amor. Portanto, “Bem” é Deus-Amor, é a caridade.
Deus, o Sumo Bem, chamou a todos a participarem do seu Ser, não no sentido de “soma de todos os bens divinos”, mas Deus, enquanto “bem único”. Por isso, a atitude típica de São Francisco é o êxtase adorante e a decisão de estar sempre a serviço deste Deus; um serviço que nasce da alegria da gratidão. É a atitude que projeta em Deus a completude de si mesmo, que leva a renúncia a tudo, até à posse de Deus. Francisco descobre neste “vazio”, a presença de Deus, unicamente como “dom”.
E é justamente este o sentido da resposta humana, a da conversão ao Bem, ao “Sumo Bem”: aceitar Deus como centro absoluto da própria existência, e inserir-se no seu projeto tornando-se seu colaborador. Desta experiência nasce a “doçura”, que enche a vida de Francisco, a sua necessidade de entregar tudo a Deus (pobreza), de render-lhe graças e louvá-lo sem cessar. Desta experiência nasce também a confiança de tudo arriscar, sabendo que Deus não o deixará desamparado.
“Paz e Bem” – A paz se constrói pela caridade
Portanto, a saudação franciscana de “Paz e Bem” é um programa de vida, é uma forma evangélica de viver o espírito das bem-aventuranças. Nestas duas ‘pequenas’ palavras se esconde um dinamismo e uma provocação: saudar alguém com “Paz e Bem” é o mesmo que dizer: o amor de Deus que trago em meu ser, é a mesma pessoa que reconheço nos outros e no mundo e, por causa d’Ele, devemos viver a caridade – o Bem – entre nós.
Daí que, a paz só se constrói por meio da caridade (o Bem), porque a caridade é “forte como a morte” (ct 8,6); à qual ninguém resiste e, quando vem, mata o mal que fomos para que sejamos outro bem. A caridade gera a paz. A caridade está na paz assim como o espírito da vida está no corpo. A caridade sozinha mantém firmemente unidos na paz os filhos da Igreja; faltando a caridade, esta paz se dissolve. A caridade vivifica os membros de Cristo, os une e os faz estar em harmonia num só corpo. Ela é como um cabo, em cuja parte superior foi aplicado um gancho que liga a divindade à humanidade, o cordão que o senhor colocou na terra e com o qual ergueu o homem para o céu”.
(Mestre Rufino)
Fonte: http://franciscanos.org.br/?page_id=3128
acessado em 07/09/2014

Assinatura 1

 

12 comentários:

  1. Olá, Tell
    Também sempre envio paz e bem para todos mas, ultimamente, ninguém acha moderna a saudação e a paz e o bem retornam pra mim sempre...
    Que bom aceitarmos a paz e o bem que recebemos...
    Gostei do que fala sobre a caridade...
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante Roselia é continuarmos a desejar "A Paz e o Bem", e a espalhar essa Paz e esse Bem, assim um dia atingiremos os corações.

      Excluir
  2. Lindo, lindo, lindo....simples assim!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trícia, é no simples que encontramos o essencial.

      Excluir
  3. Lindo, paz e bem pra você também!
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tell!
    Algumas pessoas se despedem no blogue usando essa saudação e eu não sabia o significado, mas sim a mensagem. Gostei mais ainda!!
    Boa blogagem!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  5. Olá Tell

    Muito interessante e não conhecia o significado...afinal esta vida é uma contínua aprendizagem...
    Abraço
    Nélia

    ResponderExcluir
  6. que cada dia eu possa trazer Paz e bem
    todo amor no meu ser
    assim como Cristo

    amei

    Linda noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  7. Tell, adorei conhecer o seu blog e apesar de já conhecer as andanças de Francisco por aí, é sempre emocionante ler e relembrar seus ensinamentos.

    Muito oportuno este texto em nossa época em que só se fala de ruindades.

    Paz & Bem pra todos!!

    beijosssssss

    ResponderExcluir
  8. Não sabia do significado, mas sempre achei bastante profundo.

    Grande beijo,

    Thalita Cunha
    www.thalitacunha.com

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Belo post, eu ouço muito essa saudação, mas não tinha ideia de onde ela vinha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Telma, eu conhecia o significado.
    Há alguns anos eu participei de um retiro que era centrado na espiritualidade de São Francisco, e aprendi lá.
    Muito obrigada por compartilhar!
    beijossss

    ResponderExcluir

Que bom que você veio me visitar!
Fico feliz que você não esteja saindo sem deixar seu comentário.


Obrigada por este carinho!
Beijos e volte sempre!